Consulta Pacote Internacional

Destinos Exóticos - 10 principais lugares
a partir de: online / consulte





» Descrição detalhada do pacote

Para mochileiros e aventureiros dispostos a percorrer lugares pouco explorados, e adaptando-se às condições disponíveis, o mundo ainda tem alguns cantos perfeitos para fazer uma viagem inesquecível, diferente e gastando pouco. Confira:

PACOTE INCLUI:
- Passagem aérea ida e volta.
- Hospedagem de acordo com a categoria pretendida.
- Seguro Viagem .
- Receptivo de chegada e saída.
- Passeios de interesse. Dicas ver abaixo.
- Demais serviços sob consulta.
Nota: Consultas ou compras online acesse compra " Pacote "
- Não encontrou o que procura, envie mensagem para dinamicaviagens@dinamicaviagens.com.br

---------------------------------------------------
INDIA:

País muito apreciado por mochileiros, a Índia é um dos destinos mais baratos do planeta. Com mais de um bilhão de habitantes e 3 bilhões de quilômetros quadrados, este país tem inúmeras regiões e grande atrativos, como as montanhas do Himalaia, as praias de Goa, ou o Rajastão e os palácios. Os preços podem ser tão variados quanto os lugares, chegando aos seus pontos mais altos em Nova Déli, Mumbai, e outras grandes cidades. Mas é muito fácil viajar de trem gastando pouco, e ao redor do país existem muitas hospedagens confortáveis com água quente e preços baixos.
Na Índia três as estações dominantes são: quente, chuvosa e amena. O mais recomendável é evitar a época quente (abril, maio e junho), quando as temperaturas chegam aos 45º C.

NEPAL:

Situado nas encostas da cordilheira do Himalaia, o Nepal é o lugar onde o frio das montanhas se encontra com o calor das planícies indianas. Terra de iaques e stupas, o Nepal é um destino espiritual e ideal para se fazer trekking, com trilhas com paisagens incríveis, e passando por montanhas míticas como o Everest ou o Anapurna. Com hospedagens baratas na capital, Catmandu, é possível gastar pouco em refeições, guias e "sherpas", carregadores nepaleses que ajudam os viajantes com o peso de suas mochilas e equipamentos.
No Nepal, de novembro a março, durante o inverno, o clima é mais ameno e o ar, mais seco. Depois disso, o calor vai subindo a níveis insuportáveis e, na época das chuvas, de junho a setembro, fica muito difícil se deslocar por lá.

INDONÉSIA:
Arquipélago formado por mais de 17 mil ilhas, a Indonésia é um paraíso de surfistas e mochileiros. Bali, as ilhas Sonda, Sumatra, e as ilhas Comodo são apenas alguns dos destinos disponíveis para os turistas em meio a templos e belas praias. Todos esses destinos são conectados com Jacarta, capital da Indonésia, por voos low-coast, e contam com hotéis e hostels para todos os bolsos.
Marque a viagem entre junho e agosto, época da seca.

IRÃ:
Frequente manchete dos jornais por seus conflitos diplomáticos, o Irã guarda um grande leque de riquezas históricas e belezas naturais. O país tem praias no Golfo Persa e no Mar Cáspio, e até uma estação de esqui nas montanhas de Alborz, ao norte de Teerã. A capital do Irã, apesar de bastante caótica, tem mercados, monumentos e museus, como o Tesouro Nacional, com joias e pedras preciosas de todos os tipos. Mas a cidade mais atrativa do país, Ispaã, tem inúmeras maravilhas culturais e históricas, e faz parte do patrimônio mundial da UNESCO por sua arquitetura antiga que inclui lugares como a imponente praça central de Naqsh-e Jahan.
A melhor época para visitar o Irã é na primavera e outono, quando o clima fica mais agradável, no inverno, de dezembro a janeiro, as temperaturas costumam ficar abaixo de zero e no verão, de junho a agosto, podem ultrapassar os 40º C.

POLÔNIA:
A Polônia é um destino pouco frequente no roteiro de turistas que vão para a Europa. Mas o país é fascinante, com tesouros culturais, cidades medievais, castelos, montanhas e praias no Mar do Norte. Mais econômicas que as principais capitais europeias, grandes cidades polonesas como Varsóvia e Cracóvia têm acomodações, refeições e, ainda, ótimas cervejas locais artesanais a preços moderados. A cidade de Breslávia, a 350 km de Varsóvia, vale a visita, numa região com doze ilhas sobre o rio Odra, conectadas por mais de 130 pontes.
Embora a Polônia tenha invernos rigorosos, com tempraturas abaixo de zero, não se surpreenda se, no verão os termômetros ultrapassarem os 25 graus. Para quem não está interessado em praticar esportes de inverno, a épocal é do começo de maio até o final de setembro.

LAOS:
Com 70% de seu território coberto por montanhas e florestas tropicais, Laos é um dos mais belos países da Ásia do sudeste. Conhecido como país do milhão de elefantes, por ter grande presença destes animais, inclusive como meio de transporte sua capital é a cidade de Viecnciana, com belos templos, palácios e mercados. A antiga capital, Luang Prabang, está encaixada numa região montanhosa de difícil acesso, com prédios coloniais do século 19. Muito pobre, o país é também barato, e recebe numerosos mochileiros e pessoas em busca de aventuras.
A melhor época para visitar o país é entre Dezembro e Abril, quando o clima está seco e as temperaturas médias sobem aos 30ºC (Novembro é o melhor mês). Evite Março e Abril, altura em que as temperaturas estão muito altas e as tribos dos montes limpam os campos para os cultivarem.

SUDÃO:
Apesar de ser um dos maiores países da África, o Sudão é também um dos menos visitados do continente. É um destino atípico, mas tem suficientes aspectos para atrair turistas em busca de novas experiências. O litoral sudanês do Mar Vermelho tem belas praias e pontos muito bons para a prática do mergulho. No norte, o Nilo se encontra com o deserto do Saara, numa região com vestígios arqueológicos da época em que era conhecida como Núbia, mais de 3 mil anos antes de Cristo, como as Pirâmides de Meroe. Cartum, capital do país, e Omdurman, antiga capital, são as duas principais cidades a serem conhecidas no Sudão.
A melhor estação para visitar o Sudão vai de novembro à março.
Melhor evitar a estação das chuvas que vai de junho à outubro.

HONDURAS:
Situado no coração da América central, Honduras é um país coberto por montanhas e florestas tropicais, com belas praias do litoral do Caribe e do Pacífico. Desde a capital, Tegucigalpa, é possível chegar facilmente a estes lugares, assim como à cidade arqueológica de Copan, um dos vestígios mais bem conservados da civilização Maia, no oeste do país, muito visitado por turistas que aproveitam os preços baixos de Honduras.
O melhor período vai de novembro à abril (temporada seca).
O pior período vai do mês de maio ao mês de outubro (temporada de chuvas).

MARROCOS:
Separado da Espanha apenas pelo Estreito de Gibraltar, Marrocos é uma opção muito prezada pelos europeus em busca de uma mudança de ares num destino próximo, diferente e barato, aproveitando as vantagens do câmbio. E as atrações não são poucas: começando pela cidade de Fez, perto do encontro entre o Mediterrâneo e o Atlântico, e sua famosa ¿medina¿, casco antigo típico de cidades árabes, seguindo para Marrakech, ao pé da cordilheira do Atlas. As praias são também muito boas e o país oferece a possibilidade de vivenciar a sensação de deserto.
A melhor época para visitar o Marrocos é de outubro a maio, primavera e inverno. Durante o dia é muito quente e a noite faz frio.

JORDANIA:
A Jordânia é um dos destinos mais interessantes do Oriente médio, combinando o dinamismo de sua capital, Amã, com riquezas de vestígios arqueológicos e muitas belezas naturais. Do Mar Vermelho ao deserto de Wadi Rum, passando pela belíssima cidadela de Petra, a Jordânia tem tudo para agradar os turistas e vem melhorando suas infraestruturas, modernizando o país sem perder a tradição. E ainda mantendo os preços baixos.
A época ideal para visitar o Jordânia é de outubro a março, pois a temperatura permanece agradável e facilita ao visitante explorar melhor os destinos.


IMPORTANTE:
Valores sujeitos a alteração sem prévio aviso, somente a compra garante lugar e valor; os valores referente à crianças são válidos somente quando acompanhados de 2 adultos pagantes no mesmo apartamento; crianças de 0 a 2 anos incompletos viajam no colo e tem preços especiais. Valores válidos para baixa temporada, exceto feriados. Os valores deverão ser reconfirmados no momento da compra.


DINAMICA VIAGENS
PJ 28/12/2016 Base OCT/2017
http://vidaeestilo.terra.com.br/turismo/noticias/0,,OI5643262-EI18236,00-Conheca+destinos+exoticos+e+baratos+pelo+mundo.html