Consulta Pacote Nacional

Tahiti
a partir de: online ou consulte





» Descrição detalhada do pacote

TAHITI
As ilhas da Polinésia deveriam ser reservadas apenas aos seres sensíveis. O agito fica só por conta das batidas do coração, quando se mergulha admirando peixes, corais, montanhas de natureza exuberante ou nos shows onde os tahitianos ensinam o tamuré, a dança típica. É o paraíso.
Um paraíso de águas límpidas e tranqüilas e praias de areia branca, assim é o Tahiti. Muito conhecido pela sua vasta vida marinha e por suas ondas, o Tahiti é uma excelente opção para quem gosta de mergulhar, surfar, ou simplesmente deseja admirar as belezas da região. Confira abaixo os nossos roteiros.

PACOTE INCLUI:
- Passagem aérea ida e volta.
- Hospedagem de acordo com a categoria pretendida.
- Seguro Viagem .
- Receptivo de chegada e saída.
- Passeios de interesse. Dicas ver abaixo.
- Demais serviços sob consulta.
Nota: Consultas ou compras online acesse acima compra " Pacote "
- Não encontrou o que procura, envie mensagem para dinamicaviagens@dinamicaviagens.com.br

--------------------------------------------
DICAS GERAIS E DE PASSEIOS :

- Período ideal para visitar:
Se visitar a região o melhor período é de maio a outubro, quando chove pouco e ocorrem muitas festas típicas nas diversas ilhas da Polinésia Francesa. Em geral, faz calor o ano inteiro, mas os de janeiro a março devem ser evitados devido à temporada de ciclones no Pacífico Sul.

- Informações gerais:
CLIMA – Não ha um período melhor para conhecer as ilhas. A temperatura média anual é de 27º C. A estação chuvosa vai de Dezembro a Fevereiro.
FUSO HORÁRIO – São 7 horas a menos que o Brasil.
AEROPORTO – O aeroporto de Faaa recebe vôos internacionais de várias partes do mundo: EUA, Canada, Europa, Japão, Nova Zelandia e do sudeste asiático. Localizado há pouco minutos dos principais hotéis, oferece serviços regulares de traslados a preço bastante reduzido. Todos visitantes recebem um colar de flores na chegada e um colar de conchas na saída
DOCUMENTAÇÃO DE VIAGEM – Brasileiros necessitam de passaporte válido e seguro de viagem.
MOEDA – A moeda local é o Franco Polinesio – US$ 1,00 = FFR 105,00.
HOTÉIS – O arquipélago conta com uma boa estrutura hoteleira e os preços variam de acordo não só com a categoria dos mesmos mas com o tipo de acomodação confirmada. Os mais caros e mais procurados, são os bangalôs sobre as águas (overwater bangalô). Por isso recomenda-se a quem desejar conhecer o arquipélago e hospedar-se nesses bangalôs, fazer as reservas com a maior antecedência possível.
COMPRAS – Não há muito o que comprar nas ilhas a não ser os artesanatos e roupas típicas locais.
PONTOS DE INTERESSE – Em Papeete o aluguel de carro por um dia inteiro custa US$70,00 e da tempo suficiente para conhecer todas as atrações locais: o Museu Paul Gauguin. O Jardim Botânico, a Cachoeira de Faarumai, o Mercado Municipal – onde um prato com peixe, carne ou frango e uma guarnição acompanhados da cerveja Hinamo custa US$15,00. Depois ver o surf na praia de Pirae, o túmulo do rei Pomare V, a caverna de Maraa e dar uma volta em Taiti Iti, a menor parte da ilha, comendo uma lagosta e vendo o pôr do sol sobre Moorea. Nas demais ilhas, Moorea, Bora Bora e Huahine o ideal é hospedar-se nos resorts e participar das várias atividades que oferecem. Outras ilhas menores são Raiatea e Tetiaroa. Muitos casais que visitam a ilha, reservam o casamento típico tahitiano. Há 3 tipos de cerimônias: estilo principe, estilo real e estilo real de luxo. O custo da cerimônia varia de US$ 1.120,00 a US$ 1.950,00. Outra atração das ilhas são os cruzeiros, entre eles o Haumana e o M/S Paul Gauguin.
VIDA NOTURNA – Resumida, mas é recomendável um jantar com show de danças e músicas típicas.
INFORMAÇÕES GERAIS – Os espanhóis e os alemãs foram os primeiros povos europeus a chegar ao arquipélago nos séculos XVI e XVII. Em 1767 foi a vez dos ingleses. Em 1880 tornou-se colônia francesa. Sua população é de cerca de 220 mil pessoas. Fala-se o francês, ingles e o tahitiano.

DICAS DE PASSEIOS:

- PAPEETE
Ao contrário da maioria das ilhas da região, a capital do Taiti é uma espécie de metrópole da Polinésia Francesa. Há congestionamentos nas primeiras horas da manhã nas estradas que dão acesso ao porto e ao aeroporto internacional. Com cerca de 50 mil habitantes, Papeete oferece uma vida noturna agitada, com boates de músicas típicas e discotecas concentradas no bulevar Pomaré (beira-mar). Sem muitos atrativos naturais, a cidade é encarada como porta de entrada e saída da Polinésia.

- BORA BORA
Apesar das letras "P" e "B" não existirem no vocabulário taitiano, a ilha era conhecida como "Pora Pora" e posteriormente, o Capitão Cook passou a chamá-la de Bola Bola. O charme da região inspira momentos de romance com seus belíssimos bangalôs espalhados pelo Oceano Pacífico. Explore as águas praticando snorkelling ou a bordo de um Jet ski. Para quem fica hospedado em um dos bangalôs, inicie cada dia de uma forma diferente, a começar pelo café-da-manhã trazido de canoa e levado na varanda. Para fotografar, confira Motu Tapu, ilha queridinha por lá, e também as excursões 4x4, pois, apesar de Bora Bora ser minúscula, há um punhado de atrações.

- MOOREA
Saindo do Tahiti a bordo de um catamarã, basta meia hora para chegar a Moorea. De tão pequena que a ilha é, apenas duas horas são suficientes para percorrer sua extensão, seja de carro ou moto. Ali, há plantações de algodão, café, cana-de-açúcar e ananás - o nosso abacaxi, elogiado como o mais doce da região - e também montanhas que podem ser exploradas de carro, a pé, helicópteros, veículos 4x4 etc. No entanto, o passeio mais característico é nadar com os amigáveis golfinhos e dar comida a arraias e tubarões. Para explorar ainda mais as belezas da ilha, alugue uma scooter e vá em busca das melhores paisagens.

- RANGEROA
É um dos melhores locais para a prática de mergulho, com 240 pequenas ilhas espalhadas ao redor. Um dos passeios mais tradicionais é o mergulho de cilindro e o snorkelling, é claro, mas, além disso, você pode curtir as praias como Blue Lagoon Motu, Tiputa Point e L'ile Aux Recifs, cada uma com sua particularidade. Conheça as vilas Avatoru e Tiputa, sendo que na primeira há hotéis, bancos e lugares para compras e na segunda, um pequeno hospital, correios e um vilarejo administrativo à disposição dos turistas.

- HUAHINE
Apenas trinta minutos de avião separam Huahine do Tahiti. Na verdade, são duas ilhas praticamente unidas, apenas ligadas por uma ponte. O território compreende oito vilarejos e há uma boa quantidade de fazendas de baunilha, melão e banana. Reza a lenda que o nome Huahine (bela, em espanhol) foi dado pelo Capitão Cook, e que a ilha foi dividida ao meio com a canoa do Deus Hiro. Deixando a história de lado, o viajante pode fazer o tour pela ilha de barco ou ônibus, conhecer o vilarejo de Fare, com opções de restaurantes ou visitar os sítios arqueológicos, já que a ilha concentra templos antigos.

- MANIHI
A fama de Manihi decorre das fazendas de pérolas negras, já que as águas possuem as condições ideais para a produção. O cultivo das pérolas lhe rendeu um conceito internacional sendo que hoje, existem cerca de 60 fazendas responsáveis por manter esta cultura. Não deixe de aproveitar a calmaria das águas e conhecer o vilarejo de Turipaoa - morada para cerca de 800 habitantes, com poucos carros e cercada por Hibiscos, Primaveras e Frangipanis, flores típicas da região - e o de Manihi, onde praticamente todo mundo se conhece.

- TIKEHAU
A graciosa Tikehau é morada de uma infinidade de peixes, inclusive, o mergulho ali é uma boa pedida. O oceanógrafo francês Jacques Cousteau afirmou em uma de suas pesquisas que o atol possui uma das maiores concentrações de peixes da região. Não é à toa que a pesca se destaca como a principal atividade ali. Vale a pena conhecer o vilarejo Tuherahera e também a Ilha dos Pássaros, com uma infinidade de espécies.

- RAIATEA
Um paraíso distante. A tradução do nome já nos adianta bastante sobre o que esperar de Raiatea. Responsável por uma das maiores produções de baunilha, a ilha é considerada a mais sagrada de todas, pelo fato de ter sido berço da religião e cultura há mais de 1000 anos. Hoje, o turista encontra uma série de atrativos como explorar o Rio Faaroa, (o único navegável da Polinésia) a bordo de uma canoa, descobrir o Monte Temehani, seja a cavalo ou a pé, conhecer Utoroa e seus artesanatos ou simplesmente curtir a tranquilizante atmosfera polinésia.

ALGUMAS RECOMENDAÇÕES INDISPENSÁVEIS:

1) Ao chegar ao aeroporto de Papeete troque pelo menos US$ 100,00 pela moeda local. US$1.00 vale em média 105 francos polinésios.
2) Indispensável levar uma sandália de plástico que fique bem segura aos pés, pois a maioria das praias têm muitas pedras de corais e é indispensável tomar banho de mar calçado.
3) Recomenda-se também o uso de protetor solar durante o dia e repelente ao pôr do sol.
4) Levar em sua bagagem a maior quantidade possível de bermudas, trajes para banhos e camisetas. O uso de calça e camisas compridas é pouco utilizado no arquipélago, a não ser em jantares mais formais
5) Nas permanências na ilhas menores, onde praticamente só existe o hotel – excetuando-se Papeete, Moorea, Bora Bora, Huahine e Rangiroa – aconselhamos a compra do programa com a inclusão de pensão completa ou meia pensão.



IMPORTANTE:
Valores sujeitos a alteração sem prévio aviso, somente a compra garante lugar e valor; os valores referente à crianças são válidos somente quando acompanhados de 2 adultos pagantes no mesmo apartamento; crianças de 0 a 2 anos incompletos viajam no colo e tem preços especiais. Valores válidos para baixa temporada, exceto feriados. Os valores deverão ser reconfirmados no momento da compra.

DINÂMICA VIAGENS
www.dinamicaviagens.com
Fone: 047 3322 3737 3322 8424 3322 9370
Rua 7 Setembro, 1132, loja terrea, centro, Blumenau-SC
Ref: 28/12/2016 PJ